[ editar artigo]

Olhar de Poeta

Olhar de Poeta

 

Vejo beleza em coisas simples.
O que para muitos é simplório,
É para mim digno de louvor.
Vejo inocência onde há malícia.
O que para muitos é desnecessário,
Para mim é essencial.
Vejo a vida com olhos de criança.
Para que meu viver não se torne enfado.
Vejo glória em falar coisas óbvias,
Falar do trivial às vezes é difícil...
Por trás de todo ditado popular
Há sempre uma grande filosofia.
O que para mim é arte,
Para muitos pode parecer estultícia.
Não vejo sabedoria em falar somente
O que os outros gostariam de ouvir.
Não vejo glória em escrever apenas
O que os outros gostariam ler.
O que para muitos é grotesco,
Para mim é magnífico.
O que para mim é poesia,
Para muitos pode parecer uma vulgaridade.
Vejo a vida não como ela deve ser,
Mas como gostaria que ela fosse.
Vejo a vida com meus olhos,
Olhos que são diferentes dos seus.
Por isso posso ver o colorido de coisas,
Que para muitos é apenas um retrato em preto e branco.

 

EternizArte
Abrahao Neto Figueira
Abrahao Neto Figueira Seguir

Sou um poeta, e minha vida é um lindo poema escrito por Deus!

Ler conteúdo completo
Indicados para você