[ editar artigo]

Olha tua nudez

Olha tua nudez

Olha tua nudez de perto 
percebe tua falta 
de vestimenta
de essência
de vida 
Olha de perto 
teu peito aberto 
escancarado rasgado 
sangrando
Do que você tem tanto medo? 
O que te aperta tanto o peito?
Existe o medo de se enxergar 
sem acessórios nem nada 
vê sua nudez 
vê sua falta 
encara teu vazio 
olha no fundo dos olhos
da tua ausência 
de ser 
Encara. 
E vê. 
Seu medo por baixo da pele 
querendo sair e correr de ti 
O que tanto te aperta? 
te sufoca 
esse medo de ir embora 
e não sobrar nada meu aqui
Medo de não escrever nada realmente significativo 
ou escrever tudo que importa
e ainda assim viver com medo 
da asfixia da insuficiência
do sufocamento do futuro 
Não consigo vencer esse medo 
mas tenho coragem 
pra olha-lo de perto 
Me encaro sozinha e nua e chorando no espelho do banheiro 
Olhar nos olhos pelados e frios desse medo 
já é um ato de coragem. 

 

#Poesia #Concurso #Eternizarte

#Poesia #Poema #Contemporâneo #Versos 

 

Escrito por Alessandra Coelho

(@usamostudoprapoesia)

EternizArte
Alessandra Coelho
Alessandra Coelho Seguir

Poeta. Artista e arte. Siga no Instagram @usamostudoprapoesia Se tudo der certo ou dando errado mesmo, E-book em breve.

Ler conteúdo completo
Indicados para você