[ editar artigo]

O sossego da persistência

Saem lágrimas dos seus sonhos...
Porque sabe que o andarilho é difícil, mas não impossível...
Não restam forças da sua própria sombra...

Pensamento distante que vai à lua...
Frutas do chão voltam à árvore, porque a pedra ardia de esplendor...
A vida, vida, vidinha!
Escudo de prata, óh penhorado...
Aleluia aos seus pés latejando de alegria, será como?

Puxa, agora que caí na real, estou adiantado, porque estava no ponto final daquele pensamento...

Ler conteúdo completo
Indicados para você