[ editar artigo]

O Gárgula do espelho

O Gárgula do espelho

Vividamente empático
mesmo com o seu redor outrora


Fugas e onírico

Revigorou a Dor de Um descaso amoroso

Um enamorar
pútrido
enganoso

Que antagonizou seu Eu
como um espelho probador


Tomou pra Si
O crime alheio

De uma sósia
que aquecia seu Cardio
com uma lança em outra das mãos


Pobre Do Homem


que prefere descasar
o Eu
do que
O Horror do Vazio


 

Ler conteúdo completo
Indicados para você