[ editar artigo]

O FEITOR

O FEITOR

O FEITOR  

Porque aquele que faz outros fazerem, 
Personifica em si todo o através. 
De certo modo tem assas nos pés 
E chega antes dos outros o saberem. 

Quem vigia o preso, se o prenderem, 
Bem pouco mudará em seu revés... 
O feitor olha o mundo de través 
Azeitando a sua máquina sem verem. 

Existe entre opressores e oprimidos 
Para que se mantenham os sistemas, 
Visto em moto-contínuo convertidos. 

Se em sujar suas mãos não vê dilemas, 
Ao evocar a moral dos desvalidos, 
Executa entre miséria e dor extremas. 

Belo Horizonte - 11 02 1996  

EternizArte
Ricardo CUNHA
Ricardo CUNHA Seguir

Escrevo. Gosto de escrever. Se sou escritor ou poeta, eu deixo para o leitor ponderar. https://medium.com/@arqt.ricardoc

Ler conteúdo completo
Indicados para você