[ editar artigo]

O canto do desencanto no cerradão

O canto do desencanto no cerradão

Quem canta com a vida

Também encanta

Com o canto no cerrado do tucano 

E também da anta

Que anda pelos campos fugindo do  animal bichano

Que entra na mata pra matar com pranto o cerradão

Que encanta e também se espanta

Com o desencanto se torna então um pranto

 Que com nome cerradão

 Chora como viola de cocho em plena devastação.

EternizArte
José Carlos Batista
José Carlos Batista Seguir

Sou professor. Gosto de ler e escrever.

Ler conteúdo completo
Indicados para você