[ editar artigo]

O Amor entre dois corpos em busca da plenitude de um só corpo

O Amor entre dois corpos em busca  da plenitude de um só corpo

Depois da entrega total de dois corpos para o amor, quem irá censurar ou impedi-los de romper as barreiras do puro prazer.

Ao despir-se, que importa os ouvidos e os olhares atentos para o que só está na imaginação.

Embalados pelo silencio da noite, o que resta é o improviso para sentir até os fios dos sentidos o que aquele rolar dos corpos vai proporcionar.

Enfim, a plenitude de um só corpo, uma só alma envolvida na embriaguez total do puro êxtase.

                                                                                     Admilson N Santana

#Poesia #Concurso #Eternizarte

TAGS

Poesia

EternizArte
Admilson Nascimento Santana
Admilson Nascimento Santana Seguir

Brasileiro, 46 anos. Moro em salvador. A escrita para mim é uma releitura do mundo. Um olhar através de um outro olhar.

Ler conteúdo completo
Indicados para você