[ editar artigo]

Nossos segredos

Nossos segredos

Acorda e me toma na madrugada
Tu me olhas nos olhos
Eles te devoram...
Roça sua face na minha
Sussurra teus desejos ocultos
Afaga meu corpo que se derrete nas chamas
Sinto tuas mãos que tateiam meu corpo 
com paixão e leveza
Toma as tetas e suga, alimentando teus desejos
Você chupa...
Seus lábios úmidos aquecem
os meus lábios menores e delicados
Você suga...
O néctar da flor quente que se abre úmida pra ti
Tua boca em mim e eu retribuo
Fundidos, dissolvidos, esquecemos do mundo
Teu suor se mistura com o meu
Nosso sexo impregnado na cortina, nas paredes
Nos lençóis que absorve nossos desejos
Você no meio das minhas pernas
Que dançam, ficam trêmulas, bambas
Você passeia pelo meu corpo que agora é teu
Sem medo ou receio
Tu enrijeces...
Entra e sai...
Sai e entra...
Sem pressa, molhado e feliz
Ecoa gemidos, grunhidos...
Minha respiração quente
Coração acelera
Eu estremeço, enlouqueço...
Tu jorrando prazer...
Eu amoleço e tu adormece em mim
Sempre morremos um no outro
Alcançando a paz dos deuses nus na cama
Ainda úmidos de amor
Guardamos os segredos
A eternidade não passa de um orgasmo
Nos braços de quem se ama
Amar é melhor que poetizar.
 

#Poesia #Concurso #Eternizarte

EternizArte
Ler matéria completa
Indicados para você