[ editar artigo]

Não me abandone

Não me abandone

Sim a aparência já não é a mesma, as forças são poucas, e preciso de ajuda em quase tudo. Ah que saudade das risadas, da casa cheia, das festas, hoje são raras as visitas, duas ou três no máximo. Alguns de nós foram parar em asilos, outros amargam a solidão e o desprezo dos familiares. Acho que eles tem medo de vim aqui em casa, porque sabem que vão precisar me ajudar a limpar a casa, ou quem sabe trazer umas frutinhas para o meu cesto de frutas vazio. Mas a senhora não tem filhos? Sim tenho mas eles não se importam mais, estão ocupados reformando suas casas, outros viajando, e outros até mesmo faturando alto em seus negócios e empresas, não sobra mais tempo para uma simples e debilitada idosa. As vezes eu penso que a casa estará cheia novamente, mas só no dia da minha morte. Que depoimento triste, mas essa é a realidade da maioria dos idosos, solidão, preconceito e desprezo, interessante é que um dia eu e você estaremos no lugar deles, talvez você pense, ah isso vai demorar, engano seu, a vida é tão passageira, que quando olhamos no espelho nem percebemos muito tempo já passou, e não somos mais como éramos antigamente, mesmo nossa mente nao aceitando isso. Não abandone os idosos, ajude, visite, dê um pouquinho do seu amor sendo da família ou não, o idoso sempre estará carente da sua atenção. Lembrem-se um dia chegará a sua vez.

EternizArte
Everaldo Ferreira.
Everaldo Ferreira. Seguir

Eu sou aquele que caminha na arte da escrita. @everaldo9463 Instagram

Ler conteúdo completo
Indicados para você