[ editar artigo]

Não Estranhe

Não Estranhe

 

Não estranhe o meu total silêncio, minha alma carece de calma e tranquilidade, para se sentir a vontade de transparecer e reluzir.

Não estranhe o meu total desapego, minhas mãos não tocam o que querem, elas sentem apenas aquilo que o coração permite.

Não estranhe a minha total liberdade, tenho asas para voar e sei como usa-las, e não sou capaz de mim prender ao chão.

Eu sou um total de um inteiro em construção, uma razão não compreendida, e uma emoção que nem mesmo o tempo é capaz de transformar em passado, aqueles sentimentos vividos constantemente em mim.

 

#Poesia #Concurso #Eternizarte

Ler conteúdo completo
Indicados para você