[ editar artigo]

Não aprendi dizer adeus

Não aprendi dizer adeus

Você passou por nossas vidas tão depressa,

Por você fiz até promessa,

Mas você cumpriu sua missão nesta terra

E seguiu pra salvação eterna,

Tua partida causou uma turbulência,

Fez corações duros sangrar

Até uma sem fé como eu, se ajoelhar e rezar,

Não aprendi dizer adeus

E sei que nunca conseguirei,

Apenas seguirei com a esperança

De te reencontrar, novamente te abraçar

E te ouvir cantar,

Você viveu intensamente

E sua partida tão de repente

Causou uma dor profunda  incessantemente,

 Não aprendiz dizer adeus

Sinto falta do teu sorriso, das tuas gargalhadas

E do jeito moleque de fazer palhaçadas,

Você está nos meus pensamentos

Em todos os momentos,

Da hora que acordo e até na hora que vou dormir

Às vezes questiono como foi partir assim?

Longe de qualquer julgamento

Este questionamento é apenas o sofrimento

Da despedida tão repentina arrebentando por dentro.

EternizArte
Keth Braz
Keth Braz Seguir

Escrevo poesia desde 14 anos, mas apenas agora resolvi torná-las públicas. Sou poeta apenas uma poeta que escreve com os instintos, com todos os gritos e gemidos surgidos entre suspiros.

Ler conteúdo completo
Indicados para você