[ editar artigo]

Nada sou

Eu sou quem sou sobre mim existe uma luz não minha mas tua

Sou um instrumento em tuas mãos tu iluminas minha escuridão como a lua

Eu nada sou mas contigo me torno alguém 

Eu posso acreditar em mim sem temer à quem 

Por que temer se comigo carrego você? 

Um ser errado mas certo com sonhos certamente certos pois estão em suas mãos 

Assim como enganoso é o coração eu sempre entro em oração 

Tu sempre voltas tua atenção para mim me tranforma e me faz merecedor 

Tu és o governador do meu ser e por isso hoje eu posso viver.

#Poesia #Concurso #Eternizarte

Ler conteúdo completo
Indicados para você