[ editar artigo]

Na estrada

Na estrada

 

 

Me pego pensando aonde foi meu coração 

Corro para todos os lados e acredito estar em suas mãos 

Se acelero ou se freio em esquinas 

Não sei qual a direção para te encontrar, menina

 

Meu coração foi pesado pelo tempo

Minha razão destruída em lamentos 

Não sei a direção 

Não sei por onde andar 

Mas, se ouvir sua voz 

Tenho certeza que vou me encontrar 

 

Devolve meu coração 

Ou junta logo com o seu 

Entrega seu corpo que vou tratar como se fosse o meu 

Não some assim

Pois sem direção não posso seguir 

Grita meu nome 

Me dá esperança de seguir 

 

Alfredo de Morais Neto

Ler conteúdo completo
Indicados para você