[ editar artigo]

Minha Toca

Minha Toca

Aqui  é a minha toca

Não sou coelha

nem esquilo

mas é aqui

que eu acordo

que eu me sinto

 

É aqui que eu sei

se é bom ou ruim

quando tenho um desejo

quando penso ou escrevo

 

É aqui onde transmutam

em forma de letras

agruras, belezas

do lápis na mão,

do caderno

sobre a

mesa

 

É nela onde ficam

as alegrias, uma dor

do passado, do presente

sorrateira ou passageira

de um pequeno

ou grande amor

 

poesia, amor, dor, lápis, caderno

EternizArte
Ler conteúdo completo
Indicados para você