[ editar artigo]

Meus escritos!

Meus escritos!

 

Eu te quero ver
se me permitires, lerei teu ser
seja minha inspiração
Todos os dias... nas tardes frias
nas noites sem luar
e naquelas madrugadas sem estrelas
Quando meu limiar chegar
partirei sem medo, deixando
esculpindo nas linhas, versos
nas possíveis e impossíveis rimas
Em mim pulsam loucuras,
fantasias, delírios e uma ousadia
aquela volúpia plena
Minha essência, meu jeito
Onde o amor... a paixão permeiam
E o sexo, a cumplicidade
valem cada instante a pena
Traduzo momentos reais... fantasiosos
Com o meu olhar interpreto
lapido e escrevo com alma 
e com meu coração pulsante
Inscrevo nos anais da existência 
um a um os meus poemas
(DiCello, 27/08/2020)

 

EternizArte
Marcelo Fouquet Rosembrock
Marcelo Fouquet Rosembrock Seguir

Poeta, viajante, observador, amante do belo, romântico por natureza, intensidade sempre foi a minha essência. Escrevo com alma, com coração cada um dos meus poemas. Assim sou eu... uns gostam, outros atiram pedras, mas quando escrevo, sinto leveza!

Ler conteúdo completo
Indicados para você