[ editar artigo]

LAMBE OUTRA VEZ

LAMBE OUTRA VEZ

      nunca LAMBO

o mesmo LAMBE

           duas vezes.

             já LAMBO

  uma  duas  três  

    até o concreto

             aprender

que só o LAMBE

               tem vez.

Autoria: Lambe, bem! (a.k.a. @felicidade_resistencia)

Poema-paródia de Erra Uma Vez  (Paulo Leminski) sobre locais onde outros Lambe, Bem! foram arrancados. 

EternizArte
Lambe, Bem!
Lambe, Bem! Seguir

Por hora, me chamo de poeta multimeios, porque o líquido que circula entre as garrafas é a palavra. Não a palavra que explica, que pondera, limita. É a palavra que delira.

Ler conteúdo completo
Indicados para você