[ editar artigo]

Isolamento Seletivo

Isolamento Seletivo

Abandonado, sem ter a menor noção

Não sabia o que estava acontecendo

Do dia para noite, como se tivessem tomado uma poção

Vi as pessoas desaparecendo

Um vírus mortal estava em erupção

 

Colegas entreouviam prelúdios do fim da humanidade

Mas pra outros, como eu, ela já era finda há muito

Se era chegado o fim do mundo, 

será que Deus também tinha esquecido do moribundo?

 

As máscaras vão muito além das de tecido

São aquelas utilizadas todos os dias

Enquanto sigo esquecido

Largado na calçada vadia

Sem ser digno de um olhar compadecido

 

O fim da pandemia trouxe conforto

Para quem não vivia já meio morto

Como sonhar com o lado de fora,

se nunca estive do lado de dentro?

 

Quando o habitual retornou

Falavam em comemoração:

“O isolamento acabou!”

Mas não para este irmão.

Se o futuro havia, enfim, chegado,

Por que eu continuava abandonado?

(Autoria própria)

(Imagem:  Leroy Skalstad por Pixabay)

 

#Poesia #Concurso #Eternizarte

Ler conteúdo completo
Indicados para você