[ editar artigo]

HOJE EU QUERO

11 - HOJE EU QUERO(2) Maria Luiza de Paiva Diniz Hoje eu quero encontrar meu caminho, descobrir o meu ninho, dentro e fora de mim Quero viver realidades nuas e cruas e não sonhos desfeitos criar minhas verdades não viver de saudades viver meus direitos. Quero assumir minha vida , desprezar as feridas, que o mundo ou eu mesma causei? Escrever meu caminho com garra e com sangue pouco importa que o mundo a minha volta despenque se sou louca ou real quero ser verdadeira! . Pouco importa que aos olhos dos outros eu cometa desatinos se encontrar de mim de partir meus grilhões Plagiando uma canção quero me encontrar na cama sem segredos vou vencer os meus medos ser livre de mim Que meu espírito não tenha nem deuses nem crenças que eu junte os escombros que quase permito que fizessem de mim e construa o gigante Que eu tenha o direito de ser diferente para poder ser igual; Que a vida me tenha para que eu tenha a vida que eu seja o que sou para ser o que quero que me livre das peias, me liberte das âncoras, para que eu não descreia de mim E que ninguém me possua, a não ser quando me dou! Quero ser consciente da minha força total que eu goste de mim agora que me descobri que eu seja real! Que eu já não seja criança A tremer ante o mundo, eu que afinal, sempre venci! Hoje eu quero ser dona do meu mundo bastar a mim mesma, sem ansiar por ninguém, ser feliz como posso para poder o que quero Hoje eu quero ser eu! E ter a coragem de quebrar minha imagem, de destruir meus castelos, de romper os meus elos... Quero ver minha alma linda, porque alçou vôo! Quero ser o meu fim para ter os meus meios já não ter devaneios ver o mundo de frente, eu que não sou carente. a não ser quando quero Eu quero acordar amanhã e estar viva, porque hoje eu nasci! Não quero me enquadrar em ser homem, ou mulher... quero SER ....simplesmente! .QUERO SER...SIMPLESMENTE! Maria Luiza de Paiva Diniz

TAGS

Poesia

Ler conteúdo completo
Indicados para você