[ editar artigo]

Güle Güle¹

Por: Dafne Dias

 

O ponto de partida

É uma despedida

Tentando ser desprendida

Daquilo que já passou

 

Com sabor salgado

E um peso amargo

Que eu tento largar

 

Recompor uma ideia

Um pensar

Um sentir

Um sonhar

 

Eu tenho um vazio que preciso sanar

Aquele abraço não pode voltar

Aquele viver já faleceu

Quando o mundo voltou a girar

 

A lagarta quando aprende a voar

Mesmo sem desejar

Jamais vai poder voltar a rastejar

 

Adeus pra quem chega

Adeus pra quem vai

Adeus pra quem já foi

E adeus pra quem fui

 

Paraliso enquanto o crepúsculo, carrega

Aquilo que já foi sol, céu, massa gravitacional

Estagna na quietude de ser

Passivo

Numa vida eternamente ativa.

 

¹ — Interjeição turca para despedida; é dita por quem fica em um local para se despedir de alguém.

#Poesia #Concurso #Eternizarte

 

 

EternizArte
Dafne Dias
Dafne Dias Seguir

• Formada em Letras: Português e Literaturas • Escritora • • 𝖨𝖭𝖥𝖯 • 𝖡𝗂-𝖽𝖾𝗆𝗂𝗌𝗌𝖾𝗑𝗎𝖺𝗅 •

Ler conteúdo completo
Indicados para você