[ editar artigo]

FANTOCHES

FANTOCHES


Não sei porque me sinto assim, 
um fantoche controlável pela a sociedade,
um brinquedo que pode ser jogado fora com facilidade,
um brinquedo que não tem utilidade ao quebrar,
 um brinquedo que não tem escolha, a não ser se crucificar.
Sou só um fantoche, criado pelo meus próprios tremores,
um personagem perfeito de um mundo imperfeito. 


THIAGO R. DOS SANTOS 16/07/2020

Ler conteúdo completo
Indicados para você