[ editar artigo]

Eu existo!

Eu existo!

Com uma mochila nas costas
Conheci o mundo
Conheci mais do que se possa contar 
Mas nenhuma rua me ensinou mais sobre a vida
Do que a que a gente desconhece e tem medo de desvendar

A rua que a gente não trilha
Mas sabe onde pode pisar...
O rosto que a gente não olha
Mas sabe que tem muito a expressar...
A palavra que a gente não ouve
Mas sabe que tem muito a falar...
A inclusão que a gente ignora
Mas sabe que não pode cessar...
O diferente que a gente se espanta
Mas sabe que tem muito a ensinar...
A história que a gente limita
Mas sabe que precisa contar.

Com uma mochila nas costas
Conheci o mundo
Pra fugir do universo que vive dentro de cada um de nós

Talvez seja hora de tirar o peso das costas
Não apenas da nossa, mas do outro...
Do que supera nossas penas e julgamentos
Que resiste aos nosso desafetos
E não pede nada
Em troca
Além do direito
A sua própria VOZ...

Vídeo da poesia: 

 

EternizArte
Mia Marzy
Mia Marzy Seguir

Atriz, poetisa e escritora

Ler conteúdo completo
Indicados para você