[ editar artigo]

Eu dou risada

A chuva cai, e não paro de rir

Meu riso é verdadeiro, eu sorrio com vontade

Não, não é um riso artificial ou induzido por substâncias

É que nesse exato momento, sinto uma imensa alegria

 

Sim, é estranho, mas tenho consciência

De que nessa fração de segundos

Me sinto vivo

Sinto que posso 

 

Talvez esse momento

Seja uma infeliz ilusão

Ou algo divino

Mesmo eu não acreditando em um poder divino

 

Apenas afirmo e repito

Que meu riso é genuíno

A chuva continua caindo

E eu sigo sorrindo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EternizArte
Ler conteúdo completo
Indicados para você