[ editar artigo]

Era tão fácil voltar para casa!

Era tão fácil voltar para casa!

 

Foi no pranto do teu sono sem fim

que voltei ao tempo onde as coisas aconteciam.

Era tão fácil voltar para casa!

Em em meio às brincadeiras, aos sonhos, às mudanças,

lá estavam vocês limpando nossas feridas,

sofrendo nossas travessuras,

tornando tudo tão fácil para nós.

Era tão fácil voltar para casa!

Das noites de verão, da molecada na rua de joelhos ralados,

das bolinhas de gude, só restou a saudade do tempo.

Do tempo que corria veloz, sem mácula,

aos nossos olhos pequeninos,

que viam o mundo sem medo.

Vocês estavam lá.

E era tão fácil voltar para casa!

Agora nossos olhos mudaram

e continuamos a fazer o que nos ensinaram.

Deixamos o mundo mais fácil para os nossos

pra que fique fácil para eles voltarem para casa,

assim como foi para nós.

Na partida de uns, e na passagem dos que ainda ficaram

nos resta o amor que nunca, nunca nos deixará.

Por isso a vida foi tão bela e ainda será.

Pois enquanto nos lembrarmos,

o passado sempre viverá

e sempre será fácil voltar para casa.

 

EternizArte
Amanda Kraft
Amanda Kraft Seguir

Sou casada e mãe de 3 meninos. Possuo vários contos selecionados em antologias - à venda pela Amazon e outros - como Amanda Kraft. Como cantora, compositora e artista plástica, uso o pseudônimo de Lamaris.

Ler conteúdo completo
Indicados para você