[ editar artigo]

Epifania

Epifania

 

Na sombra solfejo,

enquanto o homem lá fora,

sem nunca ouvir Pitágoras,

levanta pá;

carrega areia;

constrói casa.

Nem pensa em dó de si,

lamento não canta,

só ouço a pá.

A obra é longa,

a vida breve.

Pequeno fato,

me deu a nota.

Homem massa,

reluta com a pá,

domina a matéria.

Repenso o choro,

a lágrima não seca.

Irriga o terreno

onde nasce a flor noturna

após a procela.

Abro a janela.

 

(Maria X)

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você