[ editar artigo]

EM FLOR

EM FLOR

EM FLOR

Se, por bela, digna de amor,
Quão amada não seria ela?
Tantos dons têm em seu favor
Que para amá-la basta vê-la...

Se tão amada quanto bela,
Ei-la aqui: Rapariga em flor!
Quão amada não seria ela
Se, por bela, digna de amor?

Se tão jovem em seu pudor,
Toda a beleza se revela
Luz em meus olhos de amador.!
Quão amada não seria ela
Se, por bela, digna de amor?

Betim - 29 08 2020

EternizArte
Ricardo CUNHA
Ricardo CUNHA Seguir

Escrevo. Gosto de escrever. Se sou escritor ou poeta, eu deixo para o leitor ponderar. https://medium.com/@arqt.ricardoc

Ler conteúdo completo
Indicados para você