[ editar artigo]

Ele chegou, ele se foi

Ele chegou, ele se foi

O mês de julho chegou e com ele toda a dor que ele representa.

O mês de julho chegou, trouxe na bagagem saudades, a saudade que insiste em morar aqui.

Você disse que jamais partiria, você disse que eu era seu amor, sua menina dos olhos, sua amada preciosa, seu anjo protetor.

Mas no mês de julho, sem avisar, sem esperar, sem se despedir, você partiu. Levou consigo um pouco de mim, um pouco do meu sorriso, levou parte do meu amor, deixou meu coração em pedaços e minha alma sem cor.

O mês de julho chegou e você se foi. Mas nem o tempo, nem a distância, nem a morte é capaz de tirar de mim o amor infinito que sinto por ti.

Te vivo todos os dias em mim, na lembrança do teu sorriso, do teu abraço acolhedor, na lembrança do cheiro dos teus cabelos, do teu olhar já tão cansado.

Julho chega todos os anos, mas ele não traz você. Ah que feliz eu seria se por um instante eu pudesse te abraçar, mais uma vez. Nem que fosse a última vez.

Te amarei eternamente, meu amado pai.

EternizArte
Lú Silva
Lú Silva Seguir

Insta: luziane.araujo07

Ler conteúdo completo
Indicados para você