[ editar artigo]

ELA VEM NA ESTRADA

ELA VEM NA ESTRADA

ELA VEM NA ESTRADA

Olha lá, vem vindo! Ela vem na estrada...
Longe, longe, ela vem... Como se fosse
Uma miragem vã que o sol me trouxe
Na linha do horizonte à madrugada.

Ela vem como um astro na alvorada
E, em forma de mulher, amor tornou-se.
Quando sei entre todas tão mais doce
Aquela para mim predestinada.

Ela vem. Vem fazendo-se anunciar
No arpejo que um arcanjo ousou tocar.
Aquela que por toda a vida clamo.

Eu sei que nunca mais serei o mesmo; 
Eu sei que nunca mais seguirei a esmo.
Na estrada, a Amada, ela vem.  E eu a amo. 

Betim - 15 05 1995 

EternizArte
Ricardo CUNHA
Ricardo CUNHA Seguir

Escrevo. Gosto de escrever. Se sou escritor ou poeta, eu deixo para o leitor ponderar. https://medium.com/@arqt.ricardoc

Ler conteúdo completo
Indicados para você