[ editar artigo]

Ela, quadros, e folhas de tabaco (só espero que não seja amor).

Ela, quadros, e folhas de tabaco
(só espero que não seja amor).

Fazendo-a rir.
Prostituindo minha inocência,
pensando que essa noite pode ser a melhor de nossas vidas.
Eu posso, e quero ficar mesmo é em casa.
Ficar olhando teu sorriso jovem com dentes brancos.
Ela, quadros, e folhas de tabaco.

Seu passado foi pesado,
mas podemos esquecer isso.
É o agora que me importa, 
é o agora que te acerta e lhe desentorta.

Banalizo toda a existência de sabedoria,
só falo bobagens pra te fazer sorrir. 
Coisas tão aleatórias quanto a minha própria sombra refratária
sendo modelada na escada da qual estamos sentados.

Olhando de qualquer ângulo, com seu cobertor parecendo um vestido vermelho, 
me pego tão fixado.
Só espero que não seja amor.

Então,
sou o mesmo garoto que está escondendo aquela velha paixão da escola,
junto com meu lápis quebrado.

Penso se um dia vou te chamar pra sair.
Mas antes de ser tarde demais, sou mais tarde que o mais.
Sou maior que o próprio mar, e acredito em quem sou.
Me revelo muito mais do que a minha aparência imaginou.
Você é bela em qualquer cor.


 -Hudson Henrique
 

EternizArte
Hudson Henrique.
Hudson Henrique. Seguir

Hudson Henrique. Escritor e compositor brasileiro. Ganhador do primeiro concurso EternizArte, com o poema "Assoprando dentes-de-leão contra a tempestade". Site oficial: www.hudsonoficial.com Aonde me encontrar: https://linktr.ee/hudsonhenrique

Ler conteúdo completo
Indicados para você