[ editar artigo]

Dores da alma

Dores da alma

A chuva esconde meus rastros, mas não apaga os meus anseios, ela deixa
 a paisagem fechada e o dia mais cinza.  As mentes ficam ativas e a busca
 por respostas mais aguçadas. A chuva mistura o pranto  que escorre no rosto com as gotas geladas. Os passos na lama encharcada pesam como os erros que carrego na alma,  ela transpassa minhas roupas, como um olhar de julgamento. 

Ler conteúdo completo
Indicados para você