[ editar artigo]

Descoberta do lugar onde eu vivo

Descoberta do lugar onde eu vivo

 


Na roça eu nasci
E nela me criei
Coisas que antes não vi
Agora observei.

Lagartixa bebe água
Cascavel assobiar
Bichos guardam mágoa
João de barro a trabalhar.

São coisas interessantes
Que não pude analisar
Tudo isso em instantes
Passei a valorizar.

Em disputa pela casa 
Os passarinhos a brigar
Periquito e João de barro
Lutando por um lar.

Periquito tão folgado
Do João quer adquirir
Sua casinha de barro
Que lutou pra construir.


Numa disputa acirrada
Vamos ver quem vai ganhar
Sem sua linda morada 
O Joãozinho a cantar.


O canto da cigarra
O zum,zum,zum do mangangá
O barulho da enxorrada 
O banho do sabiá.

A luta do João garrancho
No seu bico um garranchinho
Fazendo tudo que pode 
Para construir seu ninho.

A abelhinha pega água
Para seu mel preparar
Formigas criam asas 
Prontas para voar.

A festa da bicharada
Quando o dia vai chegar
Numa linda alvorada
Todos a cantarolar.

Um mundo encantado
Nos passa despercebido
É para ser analisado e vívido
Pra vida ter mais sentido.

 #poesia#concurso#eternizarte
Autora-@versifiqueiamor (Leticia Oliveira)

EternizArte
versi fiquei amor
versi fiquei amor Seguir

Apaixonada pela literatura, Pela arte e tudo que envolve sua cultura, Amo animais e crianças e os anciões também sou bastante eclética ,amo escrever. Sou concurseira Letícia de sangue nordestino e baiano e minha mãe é índia 😱👉👈♥️ diversidade.

Ler conteúdo completo
Indicados para você