[ editar artigo]

CUIDADO COM O TALVEZ

CUIDADO COM O TALVEZ

Talvez amanhã eu faça isso

Talvez amanhã eu abrace o meu amor

Talvez amanhã eu cumpra o meu compromisso

Talvez amanhã eu pense em dar mais valor.

 

Talvez amanhã eu perdoe o passado

Talvez amanhã eu volte a crer

Talvez amanhã eu coloque remédio no machucado

Talvez amanhã eu comece a viver.

 

Talvez amanhã eu abra o meu coração

Talvez amanhã eu me declare a alguém

Talvez amanhã eu me entregue a paixão

Talvez amanhã eu aprecie a beleza que o mundo tem.

 

Talvez amanhã eu peça desculpas

Talvez amanhã eu assuma os erros que tenho

Talvez amanhã eu analise todas as culpas

Talvez amanhã eu levanto e me empenho.

 

Talvez amanhã eu tente novamente

Talvez amanhã eu corra na chuva

Talvez amanhã eu busque agir diferente

Talvez amanhã eu me perca em cada curva.

 

Talvez amanhã eu navegue

Talvez amanhã eu seja sol

Talvez amanhã eu me regue

Talvez amanhã eu me torne girassol.

 

Talvez amanhã eu deguste aquela comida gostosa

Talvez amanhã eu deixe as lembranças ruins para trás

Talvez amanhã eu diga que a tua amizade é preciosa

Talvez amanhã eu tire uma paz.

 

Talvez amanhã eu curta uma viagem

Talvez amanhã eu converse com quem me ama

Talvez amanhã eu cultue uma paisagem

Talvez amanhã eu ouça a voz interior que chama.

 

Talvez amanhã eu cante canções

Talvez amanhã eu recite as minhas poesias

Talvez amanhã eu encontre soluções

Talvez amanhã eu espelhe plenas energias.

 

Talvez amanhã eu me importe

Talvez amanhã eu tome água

Talvez amanhã eu pratique algum esporte

Talvez amanhã eu esqueça qualquer mágoa.

 

Talvez amanhã eu tente uma reconciliação

Talvez amanhã eu demonstre os meus sentimentos

Talvez amanhã eu possibilite uma boa ação

Talvez amanhã eu aproveite os momentos.

 

Talvez amanhã eu sinta com intensidade

Talvez amanhã eu dê uma chance

Talvez amanhã eu crie responsabilidade

Talvez amanhã eu aceite um romance.

 

Talvez amanhã eu respeite as opiniões

Talvez amanhã eu resplandeça carinho

Talvez amanhã eu equilibre as razões e as emoções

Talvez amanhã eu siga em união o caminho.

 

Talvez amanhã eu escreva a minha história

Talvez amanhã eu realize os meus planos

Talvez amanhã eu acenda a glória

Talvez amanhã eu apazigue os sentidos insanos.

 

Talvez amanhã eu recomece

Talvez amanhã eu respire a claridade da manhã

Talvez amanhã eu me desestresse

Talvez amanhã eu fique com a mente sã.

 

Talvez amanhã eu enxugue o meu pranto

Talvez amanhã eu sorria feliz

Talvez amanhã eu enxergue o encanto

Talvez amanhã eu não ligue para o que o povo diz.

 

Talvez amanhã eu compreenda os outros

Talvez amanhã eu aja com maturidade

Talvez amanhã eu não insulte os sábios de loucos

Talvez amanhã eu siga a felicidade.

 

Talvez amanhã eu reveja os meus conceitos

Talvez amanhã eu aplauda os pequenos gestos

Talvez amanhã eu lute por meus direitos

Talvez amanhã eu enalteça os detalhes modestos.

 

É, talvez amanhã você decida tudo na calmaria

E assim, consiga um melhor desenvolvimento

Lembrando que as horas passam rápido dia após dia

E que não há espera para o tempo.

 

Então reflita sobre esse talvez

Pois é necessário que você saiba

Que se não agir com sensatez

Nesse talvez, talvez a vida acaba.

Ler conteúdo completo
Indicados para você