[ editar artigo]

Cora(ção)

Cora(ção)

Na montanha vida, plantei flores,
construí pontes de carinho
e quebrei a amargura da solidão 
em mil pedaços de fragalhos.

Na Terra Que Ninguém Lê,
fiz um abrigo eterno
no abraço terno 
de um amigo singelo.

Plantei a mais bela rosa
no olhar de um amor sincero
e, do toque suave na alma, 
descobri que amar é perseverar. 

A doce música dos versos
adentrou nas raízes do meu coração.
Trouxe-me, com a soberania dos anos,
um olhar iluminado pela esperança.

#Concurso #Poesia #Eternizarte

EternizArte
Maria Irmany
Maria Irmany Seguir

Libertando-se através das palavras.

Ler conteúdo completo
Indicados para você