[ editar artigo]

COLECIONADOR DE NADAS

Sou colecionador de águas passadas,

daquelas que não movem mais moinhos;

de planos (água abaixo) em enxurradas,

de quimeras perdidas nos caminhos.

 

Sonhei colecionar as alvoradas

e cantos como alegres passarinhos,

mas só tem sido a vida de topadas

nas pedras que encontrei nos descaminhos.

 

Viver é corredeira que não finda,

levando o tempo, a gente... e mais ainda.

A vida não é só um conto de fadas,

 

é como se eu vivesse na berlinda,

lutando por um sonho, a sua vinda...

Sou colecionador de tantos nadas.

 

#Poesia #Concurso #Eternizarte

Ler conteúdo completo
Indicados para você