[ editar artigo]

Colcha de Retalhos

Colcha de Retalhos

Qual quadradinhos coloridos
A serem costurados, unidos
Para uma colcha de retalhos,
Assim são meus poemas doídos,
Que junto com meus versos sensuais
Mostram ora um coração em frangalhos,
Ora um coração passional que ama demais, 
Que está sempre disposto e ornado,
Devidamente maquiado,
Porque não desiste da fantasia,
Porque persiste na esperança... 
Porque jamais se cansa
De cair e levantar. 
Devido à sua natureza atrevida,
Ele não vive sem arriscar.
E assim, os altos e baixos da vida 
Dão coloridos exuberantes
A esta colcha poética de retalhos,
Cujo desenho, por vezes é impreciso e falho,
Mas, geralmente, exibe cores vibrantes.

TAGS

Poesia

Ler conteúdo completo
Indicados para você