[ editar artigo]

CATEGÓRICO

CATEGÓRICO

CATEGÓRICO

Se deixo de te amar é porque o amor
Não deveria ser dever moral.
Tampouco algum encargo marital,
De cuja obrigação se faz favor.

Ou ter a solidão por mal menor,
Em face do pecado original
Que é estar n'este mundo e ser mortal
Com desejos e dúvidas e dor...

N'outras palavras, não é um contrato
Que imponha o pudor e o recato
Devidos a quem vive em sociedade.

Entre quatro paredes, todavia,
Ao tolerar um do outro a fantasia,
Sejamos o que for, em liberdade.

Betim - 20 07 2020

EternizArte
Ricardo CUNHA
Ricardo CUNHA Seguir

Escrevo. Gosto de escrever. Se sou escritor ou poeta, eu deixo para o leitor ponderar. https://medium.com/@arqt.ricardoc

Ler conteúdo completo
Indicados para você