[ editar artigo]

Canário

Sou um pássaro engaiolado

Gaiola pequena 
Bico amarrado 
Penas amassadas 
Olhos marejados 

Meu sonho ? 
Fugir 
Mas não consigo sair 
Presa em minhas lembranças e meus desgostos 

Já fui livre uma vez 
Mas a vida 
Me odiava 
E construiu esta gaiola para mim
Para apreciar meu sofrimento

E olhando em meus olhos 
Ela sorria 
"Jamais fugirá" 
Ela dizia 
"E todas as suas felicidades 
Eu tomarei
Até você não se lembrar de nada" 

Medo e pavor 
Me corromperam 
Vivo escondida 
E em segredo 
Medo do mundo agora eu tenho 
Pois desta gaiola 
Tudo que vejo 
É negro 

Ler conteúdo completo
Indicados para você