[ editar artigo]

Brechas, frestas e curvas

 

As brechas do teu rosto

Me dizem o tamanho do teu sonho.

 

É do tamanho da idade que eu desconheço

Mas se puder conhecerei um dia.

 

As esquinas dos teus olhos

Me contam o número de águas que passaram por lá.

 

Algumas tão salgadas como o mar morto

E outras tão doce como o rio Amazonas no esplendor de sua pureza.

 

Nas frestas de teu sorriso vejo

Tantas palavras por dizer...

 

As quais sempre quis dizer

Mas da garganta só saiu um resmungo.

 

E morreu carregando consigo mil palavras

Mil sonhos e milhares de rios e mares

 

Que cabiam só em ti.

Pois você era do tamanho da idade que eu desconheço.

EternizArte
Bianca Blauth
Bianca Blauth Seguir

Alguém cujo jardim ainda está florescendo.

Ler conteúdo completo
Indicados para você