[ editar artigo]

Atordoamento

Atordoamento

 

Era tudo tão estranho,

não havia ninguém aqui.

Mas eu continuava a sorrir,

fingindo não perceber.

 

Todas as luzes estavam apagadas

e a noite me feria.

O ar frio me lembrava de

todas as horas perdidas

sonhando com o intangível.

 

O meu atordoamento

me levava aonde eu

jamais quisera chegar

e eu apenas perguntava

o que houvera com 

quem eu um dia fora.

 

Já não quero me perder,

embora não deseje me encontrar,

pois tenho medo de descobrir 

que me tornei o que

sempre desejei não ser.

Ler conteúdo completo
Indicados para você