[ editar artigo]

As juras perdidas

O amor é explosão…

Em seu auge faz euforia.

São trocadas juras de amor.

Promessas para toda uma vida.

 

No primeiro desencontro de olhares, divergências.

A dúvida salta a cabeça;

Indagações surgem sem respostas;

As juras de outrora já não fazem sentido.

 

O tempo vai passando…

O relacionamento esfriando…

A temperatura tende a baixa.

Os olhos começam a chuviscar. 

 

Coração dispara a doer…

E nesse meio termo;

O amor perde a memória.

E esquece as promessas de outrora.

 

Toda uma vida não faz mais sentido.

Amor que antes permeiava meu peito foi corroído. 

As tentativas de conciliação não surtiu efeito.

Meu coração não suportou mais pedi arrego.

 

Não tinha mais sentido permanecemos juntos.

Pois o amor antecipou-se e já havia partido.

Mesmo com o peito doído é hora de dizer adeus.

Meu coração já não pertence ao seu.

#Poesia #Concurso #EternizArte

TAGS

Poesia

EternizArte
Luana Leandro
Luana Leandro Seguir

Apaixonada por poesia...

Ler conteúdo completo
Indicados para você