[ editar artigo]

Arte...

Descansam meus dedos

No papel descrevendo poema a poema

Se beijo não queima

Não tem razão o amor

Economizar energias...

Em danças que não se dançam

Em passos que não se passam

Há arte... 

Há poesia

Há estória por contar

Há um verso por escrever

Há um amor por amar

 

Haja amor...

Há tantos versos

Por escrever

Há nova gente

Por descrever;

EternizArte
António Andrade
António Andrade Seguir

EU SOU O QUE SOU QUANDO SOU O QUE SOU... Autor/escritor/poeta e declamador

Ler conteúdo completo
Indicados para você