[ editar artigo]

Areado Passado

Areado Passado



Funéreos  momentos Presentes,em poeiras nos cantos do quarto.
O luto do silêncio,
...desfilado;
tira seu véu,a um esconder-se farto.
Transpirado em delírio de existência;
olhar aveludado...,
o prazer em boca morna,ao âmago da carência.


Os rijos dias,perpetuam-se,em próprias mãos frias.
Vascas horas de tormento,
de um insignificante esquecido,no Sidério Firmamento.
Areado na solidão,
escondido em cobertas,
como um turvado escorpião.



Lembranças e comemorações,se abraçam;
ao pranto e ao Tempo,se descalçam.
Em acedido Passado,
um outro agora dizer ,perpetuado.

Ler conteúdo completo
Indicados para você