[ editar artigo]

Alma de mulher

Alma de mulher

 

Pequena menina

Alma de mulher

Incontáveis danças já girastes

Inúmeros amores já beijastes

Sequer no teu profundo chegaram

Não souberam dizer

A quem o teu coração entregaste

 

Sonhos tens, pequenos e grandes

De sabores doces e amargos

Calçam os teus pés na caminhada

Enxugam tua chuva de lágrimas

Pobre pequena menina

Ligeira desperta

Tua leveza de alma

 

Não me esperes mais

Pois não posso a ti dizer

Que a beleza traz teu canto

Por tão pequenina ser

Gigante se faz mulher

Com teu grito querendo nascer

EternizArte
Cíntia Alves de Rezende
Cíntia Alves de Rezende Seguir

Tenho 32 anos, sou mineira. Sou apaixonada por livros, música, escrever poemas, animes. Sou uma pessoa bastante comunicativa que gosta de fazer conexões.

Ler conteúdo completo
Indicados para você