[ editar artigo]

Aliança de compromisso

Aliança de compromisso

Naquele domingo saímos por volta das 11 horas rumo ao Shopping. Seria mais um domingo com um casal de amigos, que, como nós, vivia uma relação aparentemente feliz. Hum... até que, de certo modo, éramos felizes, eu disse, de certo modo... Aliás, com ele aprendi a ter " modos ". Sim, brigar com " gentileza ", falando baixo, olhando no meio das sobrancelhas, ouvindo serenamente todo o seu discurso leonino. Bom, voltando ao Shopping, sentamos numa pizzaria com o nosso casal de amigos, eles com seus quatro anos de relacionamento e nós com os nossos nove aninhos. Entre fatias e goles, risos e seriedades, deliciamos aquele momento, aquele tão fugaz, simples e último momento entre casais, que viveríamos, juntos. Saindo da pizzaria fomos a uma joalheria a pedido de minha amiga. Eu, ele, e o outro casal. Lá, entre anéis, brincos, gargantilhas avistei um par de alianças. Naquele momento senti que elas, ali, circulares, douradinhas, pareadas uma ao lado da outra, poderiam trazer o amor novamente para as nossas mãos. Senti meu peito aquecido por elas. Pedi para experimenta-las e o convidei para tal finalidade. Ele a colocou em seu dedo, retirou, colocou novamente, me olhou, retirou, colocou pela última vez e a devolveu ao vendedor, com toda a sua gentil forma de silenciar o meu amor. Senti-me um lixo. Que dor é essa meu deus? Que bobagem! Que tristeza. Saindo dali fomos a uma livraria e fui diretamente buscar que Clarice me desse um colo. Olhei para o lado e não o vi, onde estava? Num repente, uma sincera alegria, infantil alegria, tomou conta do meu coração... ele foi busca-las! Preparei minha melhor cara, retoquei o batom, agradeci Clarice e ao ve-lo se aproximar com uma caixa, sorri. Fomos para casa, ele silencioso, eu atrevidamente feliz. Saímos do carro, abrimos a porta da casa e ele, com toda a sua gentileza terrível entregou-me a caixa dizendo: Guarde o meu novo relógio em meu armário, vou me deitar mais tarde. Naquele dia, naquela tarde, naquela noite saí daquela relação, daquele homem, daquela gentileza, daquele leonino, daquela que eu era.

Fim. 

Ler conteúdo completo
Indicados para você