[ editar artigo]

A vila dos Cadáveres Testemunhos

A vila dos Cadáveres Testemunhos

1-Céu
2-Inferno
3-Limbo
4-Vagação Terrena
5--A vila dos Cadáveres Testemunhos
6-Prisão Espiritual
7-A Escuridão do Arrependimento
8-O Caminho das Pragas
9-O Deserto dos Espinhos


Não importa ,o hemisfério aonde você esteja,após o meia-noite,o" lençol"ou"tecido" do espiritual,poderá ser"removido".
Mas há de se advertir,o"lado de cá",fica suscetível á entradas de"seguidores-acompanhantes".
A passagem de ida e volta,tem de ser feita por um espelho;...bem grande.
Grande o bastante ,para uma pessoa de médio porte ,poder atravessar.
Aos mais altos,não há empecilhos,apenas seu curvar-se ao cruzá-lo.

Dizem...,que,se o espelho possuir uma moldura de ouro,há de barrar forças negativas em seu regressar.
Bem,quanto ao envultamento que abre essa passagem,deixemos isso ao experientes"encantadores".

Seguindo pela trilha do caliginoso....Ah sim!!;perdoem-me..,Á volta ao Mundo material,somente visionar uma linha dourada sobre vossa cabeça que deu
início-origem ,ao você sair do espelho.
Todos que se aventuraram a esse Mundo,que não puderam ter sua retrogradação ao mundo carnal com seu avatar físico,permanecerão na
vila dos cadáveres testemunhos.
Onde a retrocessão,poderá ser viável,entretanto,é protegida contra fugas e/ou deslocamentos a outros lugares nessa "dimensão".

Tudo..., é regido por uma espécie de embaixatriz.

Kalenna.


Ela o fará,ser uma espécie...ser algo como:um "jurado espiritual".
Julgar espíritos desencarnados com outras"testemunhas",antes de partirem a qualquer um dos estágios.
Céu,Inferno,Limbo ou Vagação Terrena.
MAS VOCÊ,ou os outros que estão a serviços forçados,por transgredirem o"APÓS"antes do "escrito",será um cadáver espiritual...;E NÃO UMA ALMA.

Se  você TIVER o"livro da passagem",NÃO O USE.

 


  

Ungidas da Escuridão
De Solfejos que encantam a noite
do fogo que acolhe
Provém

a mais vigente
oposta


Trazem consigo
a não contravenção do excedido querer
do desejo imprudente
o oculto atrás do coração

reverdam
reverdam


o Seco
o árido
o desgosto

á palmatória social
ao lascivo condenado
á carne sedenta


Regurgitas
Regurgitas

orgasmos


O Desbrio do corpo
da culpa
da pele encolhida

do respirar tímido

 

DO REGRESSAR
 

Ler conteúdo completo
Indicados para você