[ editar artigo]

A Orquestra da Caravela

A Orquestra da Caravela



Lápide molhada,em uma sombra folhada,
que jaz,uma consciência finada.
Obscura orquestra vida,
de deixada dor sentida.


Em broncos troncos,
de um proteger,aos roncos.

Aquele Poeta,uma vez me dissera;
-Que maldita Esfera.
-"Ele" propusera.

Aos sopros da caravela,
vou  com a vontade do quisera. 

 Dantes ancorar,
no Continente findar.

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você