[ editar artigo]

A centeia de Esperança

A centeia de Esperança

À ilustríssima disciplina filosofia,

Amada pelos sábios, e glorificada pelos justos,

Temida pelos ímprobos, e odiada pelos brutos,

Desejo-te, no confronto ao obscuro, o digníssimo triunfo!

 

Que só o passado lega,

Que só a história julga,

Que só a grandeza promove,

Que só a glória promulga,

 

À batalha árdua do conhecimento,

À luta contínua ao esquecimento,

À guerra profunda à ignorância,

Ao cultivo contínuo da esperança,

Demos, as batatas, às crianças!

Ler conteúdo completo
Indicados para você