[ editar artigo]

A Beleza dos Poetas

A Beleza dos Poetas

 

Quando li o amor em seus olhos

Soube que a vida poderia ser plena.

As cores tomaram a forma dos sentidos

E a alegria passou a ser morena.

A certeza sorveu o negro

E o canto gerou o azul.

O saber imitou o romper da aurora

Que nascendo gloriosa, quando reluz,

Transforma o prisma em cores.

Descansa clara a inocência,

Branca, macia e serena

Em meio ao clamor dos ventos

Que mistura as cores do firmamento.

Se cada cor falasse aos ouvidos mudos

E aos olhos cegos a beleza dos poetas,

O amor venceria a barreira dos versos

E caminharia contigo por rumos incertos.

 

EternizArte
Amanda Kraft
Amanda Kraft Seguir

Sou casada e mãe de 3 meninos. Possuo vários contos selecionados em antologias - à venda pela Amazon e outros - como Amanda Kraft. Como cantora, compositora e artista plástica, uso o pseudônimo de Lamaris.

Ler conteúdo completo
Indicados para você