[ editar artigo]

A arte de existir!

Aprendiz das coisas da vida
das vivências desta minha existência
Eterno amante das artes, 
sejam elas imagens, esculturas,
até mesmo naquelas pinceladas precisas
fascinado pelos mistérios da mente 
da nossa caminhada humana
No transcender de outras dimensões
Acredito na poesia como oxigênio 
como alimento, para a alma
para o corpo que reage... sem fala
me permito ouvi-la
sentindo o cerne do meu ser
Expressando sentimentos plenos
desejos e prazeres, que me habita
torno-os versos e rimas... na ousadia
a expressão viva, pulsante do meu ser
Eu poeta, eu arte... eu homem
mas sem dúvida, eu ser humano
errante passageiro deste meu habitat
neste nosso planeta...
(DiCello, 08/09/2020)

 

EternizArte
Marcelo Fouquet Rosembrock
Marcelo Fouquet Rosembrock Seguir

Assino meus textos com o pseudônimo DiCello

Ler conteúdo completo
Indicados para você