[ editar artigo]

A abóbada Álmetra(Passos escritos)

A abóbada Álmetra(Passos escritos)


⁠Ás vezes,"viver"em sua própria "cripta mental",nos mantêm seguros, de um "Mundo falecido" e de "verdades cultivadas.


 

 

O livre-arbítrio,fora vendido,há tempos atrás.
Talvez,a falta rudimentar de imaginação e postura,ajudara em uma não contestação de propriedade pessoal.
Destinos e pensamentos,agora,vêm com números de série.

Verdades empoeiradas e mentiras radiantes.


Omitir-se dos conhecimentos que estão trancafiados,pulverulento em baús acorrentados,ao ver de muitos,um correto assertivo ao resguardo.


Lustrar uma verdade sob demanda,condizente á época ou a um porvir,é o súpero adubo da calmaria;

...sobre uma possível expansão desordeira e de oposto desagrado.


Então...,"eles dizem":-que a verdade crua,é um produto  de pouca rentabilidade social.

 

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você